Aparência esportiva sem perder a elegância.

SÃO PAULO – A Volkswagen apresentou a linha 2019 do sedã Jetta, que chega ao Brasil em outubro.

Produzido no México, o carro terá duas versões com motor 1.4 TSI Total Flex de até 150 cavalos, com transmissão automática de seis marchas. Com esse conjunto mecânico, o sedã acelera de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos e tem velocidade máxima de 210 km/h, independentemente do combustível usado.

Em sua sétima geração, o modelo oferece um design com linhas mais marcadas, seguindo o padrão do Polo e Virtus, e ficou bem diferente da versão anterior. Na parte dianteira, há uma grade maior com a adição de iluminação LED. Na traseira, a parte inferior do para-choque conta com detalhes cromados. Em relação aos novos itens de série, estão rodas de liga leve de aro 17, ar-condicionado climatronic com regulagem digital de temperatura para motorista e passageiro, luzes de condução diurna em LED, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sensor de chuva, seis airbags, sistema Start/Stop, assistente de luz para farol alto, controlador adaptativo de distância e velocidade e função de frenagem de manobra (RBF). Há, ainda, freio de estacionamento eletromecânico (com acionamento por botão), assistente de partida em subidas, vidros, travas e retrovisores externos com acionamento elétrico e volante multifuncional e bancos revestidos de couro. Também é de série o sistema de infotainment com tela de 8 polegadas, que tem conectividade com Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink e oferece navegação integrada.